New Fiesta Hatch 2018

Quatro anos após ser nacionalizado, o Ford New Fiesta recebe sua primeira reforma no mercado brasileiro, mas nada muito profundo. O compacto, que chega à linha 2018 com preços entre R$ 56.690 e R$ 75.190, recebe uma leve reestilização, preservando a carroceria de sexta geração, revelada no Salão de Paris de 2008 e lançada por aqui no fim de 2010.

 

O projeto ainda é moderno e usa plataforma feita com aços convencionais e de alta-ultra resistência. Por sinal, a Ford aproveitou a reforma para reforçar o teto e incluir barras de proteção nas portas, numa tentativa conquistar boa pontuação em um eventual crash test.

 

Frente ao modelo anterior, o New Fiesta 2018 traz upgrades bacanas, com destaque para a central multimídia Sync3, que traz uma tela de 6,5 polegadas sensível ao toque. O sistema é oferecido a partir da versão SE Plus automática. Na versão intermediária SEL, o equipamento é de série e ganha as plataformas Android Auto e CarPlay. Já na topo de linha Titanium, a multimídia ganha GPS e câmera de ré integrada.

 

Em estilo, a atualização do New Fiesta muda basicamente a dianteira, com a nova grade de silhueta côncava, algo visto em modelos mais caros. O acabamento muda de acordo com a versão, trazendo preenchimento em preto e cromado. Os faróis mantiveram o desenho, mas agora contam com projetores e fios de LED no Titanium, deixando o visual mais sofisticado.

Na traseira, as lanternas continuam com o mesmo formato, mas agora trazem traços verticais de LED na seção principal. Mas se as mudanças não revolucionam, ao menos adicionam algum frescor ao desenho já datado. Para os que curtem um visual mais destemido e jovial, o pacote Style vai agradar, com rodas aro 16 pretas e black piano no para-choques e nos retrovisores.

 

Por dentro, o New Fiesta é praticamente o mesmo de antes, exceto nas versões com o sistema Sync3, que agora oferecem duas entradas USB no console entre os bancos. 

 

A linha 2018 do New Fiesta mantém as opções mecânicas de antes, mas há uma boa nova: a versão Ecoboost, com o pequeno 1.0 turbo a gasolina de três cilindros e 125 cv, foi reposicionada para baixo (de Titanium para SEL), ficando mais em conta.

Além do Ecoboost, o hatch oferece o 1.6 16V flex Sigma, com potências de 128 cv e 125 cv, e torques de 16 kgfm e 15,8 kgfm a 5.000 giros — sempre com gasolina e etanol. Este vem acoplado ao câmbio manual de cinco marchas ou o automático de dupla embreagem e seis marchas, que é padrão no turbo



 
Outras Notícias
  Ford EcoSport ganha versão aventureira 4x4 Storm
  Ford Mustang 2018
  Novo Ford Fusion 2017
  Novo Ford Edge 2017
 
-->
Odtululer Dershanesi ambulans kiralama